Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2020

Estudo Escatologia

 I - Questionário 1. Como podemos ver que Israel é o relógio de Deus? R. Lc. “Olhai para a figueira, e para todas as árvores” (Lucas 21:29). 2. Qual a influência de Israel sobre as outras nações? R: Gênesis 12.3: “Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem”. 3. Como Deus se revelou através de Abraão? R: Estabelecerei a minha aliança entre mim e ti e a tua descendência ...Gênesis 17:7-8. 4. Qual a promessa feita por Deus a Abraão? R: Deus fez com Abraão durante a Dispensação da Promessa, conforme Gênesis 12:1-4. Nessa aliança, Deus prometeu: “De ti farei uma grande nação”. 5. Qual o propósito Divino na dispensação da graça? “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (Joao 3:16). Έ a vida eterna e esta: que te conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste” (Joao 17:3). 6. Como foi profetizada a queda e elevação de Israel por Simeão? R: ...

GUIA DE TEOLOGIA CONTEMPORÂNEA

Imagem
  CURSO DE TEOLOGIA CONTEMPORÂNEA Prof. Márcio Ruben (Mestre em Teologia)  GUIA DE TEOLOGIA CONTEMPORÂNEA - DE SUAS ORIGENS A ATUALIDADE. 1ª PARTE: TEODICEIA - TEOLOGIA FUNDAMENTAL A REVELAÇÃO SOMENTE - TEOLOGIA DIALÉTICA OU NEO-ORTODOXA KARL BARTH (1886 - 1968) EMIL BRUNNER (1889 - 1966) PAUL TILLICH (1886 - 1965) A RAZÃO SOMENTE - RACIONALISMO TEOLÓGICO RENÉ DESCARTES (1596-1650) BARUCH SPINOZA (1632-1677)   EMANNUEL KANT (1724-1804) A RAZÃO ACIMA DA REVELAÇÃO - TEOLOGIA LIBERAL CLEMENTE DE ALEXANDRINA (150-215) SCHLEIERMACHER (1768-1834) HEGEL (1770-1831) FEUERBACH (1804-1872) DAVID STRAUSS (1808-1874) FERNANDO CRISTIANO BAUR (1792-1860) JOSÉ ERNESTO RENAN (1823-1892) A REVELAÇÃO ACIMA DA RAZÃO - TEOLOGIA APOLOGÉTICA TERTULIANO (160-220) RUDOLF BULTMAN (1884-1976) REINHOLD NIEBHUR (1892-1971) OSCAR CULLMANN (1902- 1999) A REVELAÇÃO E A RAZÃO - TEOLOGIA INTEGRAL AGOSTINHO TOMAS DE AQUINO A RAZÃO DA REVELAÇÃO E DA RAZÃO - TEOLOGIA HUMANISTA RUBEM ALVES GUSTAVO GUTIERREZ LEONARDO BOFF

DEUS É A NOSSA FORÇA

 DEUS É A NOSSA FORÇA INTRODUÇÃO A Bíblia sempre apresenta Deus como a nossa força. Deus é a força da sua Igreja na terra. Os estudiosos das línguas originais da Bíblia o chamam de Adonai Maoz Haiai, “O Deus que é a força da minha vida”, ou Netsáh Israel, “Aquele que é a força de Israel”. O Senhor é a Força do seu povo, Deus é a nossa Força. Toda a nossa força e disposição para lutar e vencer vem do Senhor, nosso Deus. A palavra “força” é sinônimo de robustez, poder, vigor, pujança física, autoridade e exercício da vontade. Em relação ao nosso Deus, ninguém consegue medir forças com Ele. Ele é o Deus fortíssimo, Todo-Poderoso e invencível. Nessa qualidade, Ele é o Fortalecedor do seu povo. Vejamos. A PRESENÇA DE DEUS COMO A NOSSA FORÇA NAS ESCRITURAS 1. Em Jz 6.14, o Senhor diz a Gideão: “Vai nesta tua força e livrarás a Israel da mão dos midianitas; porventura, não te enviei eu?” 2. Em Jz 16.19, após Sansão revelar o segredo da sua força a Dalila e ter-lhe permitido cortar as sete tra

BOM ÂNIMO PARA ESPANTAR O DESÂNIMO

BOM ÂNIMO PARA ESPANTAR O DESÂNIMO INTRODUÇÃO Nesse texto sagrado, o salmista nos oferece três vitaminas espirituais para superar as dificuldades da vida: 1) Espera no Senhor; 2) anima-te; e 3) ele fortalecerá o teu coração (Sl 27.14). O desânimo diante dos problemas e dificuldades da vida consegue roubar a esperança do homem no Senhor e enfraquecer o seu coração. Porém, um homem animado consegue esperar no Senhor, e o seu coração é fortalecido pelas promessas de Deus. Por isso, a primeira coisa que Jesus dizia para espantar o desânimo dos aflitos era: “Tem bom ânimo” (Mt 9.2; 9.22; Mc 6.50 etc.). PESSOAS QUE RECEBERAM ÂNIMO NAS ESCRITURAS 1. Em Nm 13.20, prenunciando o desânimo que se abateria sobre os espias, Moisés fortaleceu o ânimo deles, dizendo: “Esforçai-vos e tomai do fruto da terra”. Apesar de constatarem que a terra era boa, os desanimados espias só enxergaram as dificuldades (Nm 14.27-29). 2. Em Js 2.11, Raabe revelou aos dois espias israelitas o desânimo que se abateu sobr

YAHWEH-YASHAR — O SENHOR É RETO

 Sl 25.8 Sermão 360 YAHWEH-YASHAR — O SENHOR É RETO INTRODUÇÃO Esse texto sagrado declara que “bom e reto é o SENHOR”. A palavra “retidão” vem de uma raiz hebraica que significa “direito” ou “que não tem curvatura”. A retidão pode ser definida como o viver santo e correto, segundo os padrões de Deus. A retidão de Deus implica leis e exigências retas, podendo nós chamá-la de “santidade legislativa”. Nesse atributo, vemos revelado o empenho de Deus pela santidade, que sempre o impele a fazer e a exigir o que é reto e direito (Sl 145.17; Jr 12.1; Jó 17.25; Sl 116.5). Todos os requisitos exigidos por Deus aos homens são absolutamente retos em seu caráter. Sendo assim, a retidão do homem é definida em função da retidão de Deus. Os estudiosos das línguas originais da Bíblia o chamam de Yahweh-Yashar, “O Senhor é reto”. A RETIDÃO DE DEUS NAS ESCRITURAS 1. Deus sempre cobra a retidão dos seus filhos nas páginas das Escrituras Sagradas. Em Dt 6.18, Moisés nos aconselha: “E farás o que é reto e

QUEM É O REI DA GLÓRIA?

 Sl 24.8 Sermão 359 QUEM É O REI DA GLÓRIA? INTRODUÇÃO A expressão usada por Davi nesses versículos relembra a volta da arca do concerto para Jerusalém, que, na visão judaica, representava a presença do próprio Rei da glória, o Senhor dos Exércitos, entrando em Jerusalém. Entretanto, essa mensagem messiânica se cumpriu literalmente por ocasião da entrada triunfal de Jesus Cristo, o Rei da glória, em Jerusalém. I. A INDAGAÇÃO DOS PROFETAS ACERCA DO REI DA GLÓRIA 1. A expressão poética e profética de Davi também cria um suspense nesses versículos: “Quem é este Rei da Glória?” Perguntas como esta foram feitas em outras ocasiões. 2. Em Pv 30.4, o rei Agur pergunta: “Quem subiu ao céu e desceu? Quem encerrou os ventos nos seus punhos? Quem amarrou as águas na sua roupa? Quem estabeleceu todas as extremidades da terra? Qual é o seu nome, e qual é o nome de seu Filho, se é que o sabes?” 3. Em Is 63.1, o suspense continua, e o profeta Isaías pergunta: “Quem é este que vem de Edom, de Bozra, co

A GRAÇA DO SENHOR JESUS CRISTO SEJA COM TODOS

 Ap 22.21 Sermão 1.002 A GRAÇA DO SENHOR JESUS CRISTO SEJA COM TODOS INTRODUÇÃO Neste texto sagrado, o apóstolo João usa uma das frases prediletas de Paulo para concluir o Apocalipse e o próprio cânon sagrado, dizendo: “A graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja com todos vós. Amém!” Ao ler as Cartas Paulinas, é possível encontrar esta frase, seja na introdução, seja na conclusão (Rm 1.7; 1Co 1.3; 16.23; 2Co 1.2; Gl 1.3; Ef 1.2; Fp 1.2; Cl 1.2; 4.18; 1Ts 1.1; 5.28; 2Ts 1.2; 3.18 etc.). Paulo era apaixonado pela graça de Jesus! Na própria bênção apostólica, Paulo destaca o amor do Pai, a graça do Filho e a comunhão do Espírito Santo (2Co 13.13). Graça não é mérito humano! Graça é favor divino imerecido por nós! Entretanto, a graça de Jesus Cristo não só aparece nos escritos de Paulo, como permeia toda a essência da mensagem cristã. E João, o apóstolo do amor, concluiu de forma magistral a Bíblia com esta assinatura e rubrica de Cristo, dizendo: “A graça de nosso Senhor Jesus seja com tod