Postagens

Mostrando postagens de 2020

Apocalipse - Grandes Temas

 Apocalipse - Grandes Temas BAIXAR ESTUDO

Introdução a Epístola aos Colossenses com Prof. Russell Shedd

Imagem
  BAIXAR EM PDF

Novo Testamento Ilustrado

Imagem
  Novo Testamento Ilustrado Baixe aqui

Mateus 6:16

  E, quando jejuardes, não vos mostreis contristados como os hipócritas; porque desfiguram os seus rostos, para que aos homens pareça que jejuam. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão. Mateus 6:16 COMENTÁRIO Hipócritas. Gr hupokrites, significava originalmente "ator", aquele que finge ser alguém. Jesus frisa o fingimento religioso, a busca do louvor dos homens por causa da religiosidade externa. O jejum não é condenado se tiver como alvo o aproximar-se de Deus e à negação de si mesmo. [SHEDD]

SETE ANSEIOS DIVINOS EM GÊNESIS 17

 SETE ANSEIOS DIVINOS EM  GÊNESIS 17.   1. Farei uma aliança entre mim e ti. V.2.   2. Multiplicar-te-ei extraordinariamente. V.2.   3. Far-te-ei fecundo extraordinariamente. V.6.   4. Farei de ti nações. V.6.   5. Farei contigo aliança perpétua. V.7.   6. Dar-te-ei a terra de Canaã. V.8.   7. Serei o teu Deus. V.8.  

LIVRO HISTÓRIA DOS JUDEUS DE PAUL JOHNSON

Imagem
 BAIXE O LIVRO HISTÓRIA DOS JUDEUS DE PAUL JOHNSON UM DOS MAIS COMPLETO SOBRE A HISTÓRIA DOS JUDEUS CURTA A NOSSA PÁGINA: CURTA NOSSA PÁGINA E BAIXE AQUI NOSSA PÁGINA  https://www.facebook.com/teologia.me

HISTÓRIA DA IGREJA ANTIGA - pontos de encontros

Imagem
NO MODO TELA CHEIA  CLIQUE NOS NOMES E ACESSE RAPIDAMENTE VOLTE NO BOTÃO INICIAR

Bíblia de Estudo para Pequenos Grupos - Lc 20.25, 37, 38.

Imagem
Bíblia de Estudo para Pequenos Grupos Disse-lhes então: Dai, pois, a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus. Lucas 20:25 1. Na sua vida, o que pertence a César e o que pertence a Deus? 2. Você está dando a cada um o que é devido? ● E que os mortos hão de ressuscitar também o mostrou Moisés junto da sarça, quando chama ao Senhor Deus de Abraão, e Deus de Isaque, e Deus de Jacó. Ora, Deus não é Deus de mortos, mas de vivos; porque para ele vivem todos. Lucas 20:37,38 • Que esperança a ressurreição lhe dá? • Que pergunta você gostaria de fazer a Jesus sobre a vida após a morte?  

Sacrifícios e ofertas na Bíblia e no antigo Oriente Médio - Bíblia Arqueológica

Imagem
https://drive.google.com/file/d/10rdUY2yRH1TP9C4n-__KfR6mzEEU1N75/view?usp=sharing  

Estudo Escatologia

 I - Questionário 1. Como podemos ver que Israel é o relógio de Deus? R. Lc. “Olhai para a figueira, e para todas as árvores” (Lucas 21:29). 2. Qual a influência de Israel sobre as outras nações? R: Gênesis 12.3: “Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem”. 3. Como Deus se revelou através de Abraão? R: Estabelecerei a minha aliança entre mim e ti e a tua descendência ...Gênesis 17:7-8. 4. Qual a promessa feita por Deus a Abraão? R: Deus fez com Abraão durante a Dispensação da Promessa, conforme Gênesis 12:1-4. Nessa aliança, Deus prometeu: “De ti farei uma grande nação”. 5. Qual o propósito Divino na dispensação da graça? “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (Joao 3:16). Έ a vida eterna e esta: que te conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste” (Joao 17:3). 6. Como foi profetizada a queda e elevação de Israel por Simeão? R: ...

GUIA DE TEOLOGIA CONTEMPORÂNEA

Imagem
  CURSO DE TEOLOGIA CONTEMPORÂNEA Prof. Márcio Ruben (Mestre em Teologia)  GUIA DE TEOLOGIA CONTEMPORÂNEA - DE SUAS ORIGENS A ATUALIDADE. 1ª PARTE: TEODICEIA - TEOLOGIA FUNDAMENTAL A REVELAÇÃO SOMENTE - TEOLOGIA DIALÉTICA OU NEO-ORTODOXA KARL BARTH (1886 - 1968) EMIL BRUNNER (1889 - 1966) PAUL TILLICH (1886 - 1965) A RAZÃO SOMENTE - RACIONALISMO TEOLÓGICO RENÉ DESCARTES (1596-1650) BARUCH SPINOZA (1632-1677)   EMANNUEL KANT (1724-1804) A RAZÃO ACIMA DA REVELAÇÃO - TEOLOGIA LIBERAL CLEMENTE DE ALEXANDRINA (150-215) SCHLEIERMACHER (1768-1834) HEGEL (1770-1831) FEUERBACH (1804-1872) DAVID STRAUSS (1808-1874) FERNANDO CRISTIANO BAUR (1792-1860) JOSÉ ERNESTO RENAN (1823-1892) A REVELAÇÃO ACIMA DA RAZÃO - TEOLOGIA APOLOGÉTICA TERTULIANO (160-220) RUDOLF BULTMAN (1884-1976) REINHOLD NIEBHUR (1892-1971) OSCAR CULLMANN (1902- 1999) A REVELAÇÃO E A RAZÃO - TEOLOGIA INTEGRAL AGOSTINHO TOMAS DE AQUINO A RAZÃO DA REVELAÇÃO E DA RAZÃO - TEOLOGIA HUMANISTA RUBEM ALVES GUSTAVO GUTIERREZ LEONARDO BOFF

DEUS É A NOSSA FORÇA

 DEUS É A NOSSA FORÇA INTRODUÇÃO A Bíblia sempre apresenta Deus como a nossa força. Deus é a força da sua Igreja na terra. Os estudiosos das línguas originais da Bíblia o chamam de Adonai Maoz Haiai, “O Deus que é a força da minha vida”, ou Netsáh Israel, “Aquele que é a força de Israel”. O Senhor é a Força do seu povo, Deus é a nossa Força. Toda a nossa força e disposição para lutar e vencer vem do Senhor, nosso Deus. A palavra “força” é sinônimo de robustez, poder, vigor, pujança física, autoridade e exercício da vontade. Em relação ao nosso Deus, ninguém consegue medir forças com Ele. Ele é o Deus fortíssimo, Todo-Poderoso e invencível. Nessa qualidade, Ele é o Fortalecedor do seu povo. Vejamos. A PRESENÇA DE DEUS COMO A NOSSA FORÇA NAS ESCRITURAS 1. Em Jz 6.14, o Senhor diz a Gideão: “Vai nesta tua força e livrarás a Israel da mão dos midianitas; porventura, não te enviei eu?” 2. Em Jz 16.19, após Sansão revelar o segredo da sua força a Dalila e ter-lhe permitido cortar as sete tra

BOM ÂNIMO PARA ESPANTAR O DESÂNIMO

BOM ÂNIMO PARA ESPANTAR O DESÂNIMO INTRODUÇÃO Nesse texto sagrado, o salmista nos oferece três vitaminas espirituais para superar as dificuldades da vida: 1) Espera no Senhor; 2) anima-te; e 3) ele fortalecerá o teu coração (Sl 27.14). O desânimo diante dos problemas e dificuldades da vida consegue roubar a esperança do homem no Senhor e enfraquecer o seu coração. Porém, um homem animado consegue esperar no Senhor, e o seu coração é fortalecido pelas promessas de Deus. Por isso, a primeira coisa que Jesus dizia para espantar o desânimo dos aflitos era: “Tem bom ânimo” (Mt 9.2; 9.22; Mc 6.50 etc.). PESSOAS QUE RECEBERAM ÂNIMO NAS ESCRITURAS 1. Em Nm 13.20, prenunciando o desânimo que se abateria sobre os espias, Moisés fortaleceu o ânimo deles, dizendo: “Esforçai-vos e tomai do fruto da terra”. Apesar de constatarem que a terra era boa, os desanimados espias só enxergaram as dificuldades (Nm 14.27-29). 2. Em Js 2.11, Raabe revelou aos dois espias israelitas o desânimo que se abateu sobr

YAHWEH-YASHAR — O SENHOR É RETO

 Sl 25.8 Sermão 360 YAHWEH-YASHAR — O SENHOR É RETO INTRODUÇÃO Esse texto sagrado declara que “bom e reto é o SENHOR”. A palavra “retidão” vem de uma raiz hebraica que significa “direito” ou “que não tem curvatura”. A retidão pode ser definida como o viver santo e correto, segundo os padrões de Deus. A retidão de Deus implica leis e exigências retas, podendo nós chamá-la de “santidade legislativa”. Nesse atributo, vemos revelado o empenho de Deus pela santidade, que sempre o impele a fazer e a exigir o que é reto e direito (Sl 145.17; Jr 12.1; Jó 17.25; Sl 116.5). Todos os requisitos exigidos por Deus aos homens são absolutamente retos em seu caráter. Sendo assim, a retidão do homem é definida em função da retidão de Deus. Os estudiosos das línguas originais da Bíblia o chamam de Yahweh-Yashar, “O Senhor é reto”. A RETIDÃO DE DEUS NAS ESCRITURAS 1. Deus sempre cobra a retidão dos seus filhos nas páginas das Escrituras Sagradas. Em Dt 6.18, Moisés nos aconselha: “E farás o que é reto e

QUEM É O REI DA GLÓRIA?

 Sl 24.8 Sermão 359 QUEM É O REI DA GLÓRIA? INTRODUÇÃO A expressão usada por Davi nesses versículos relembra a volta da arca do concerto para Jerusalém, que, na visão judaica, representava a presença do próprio Rei da glória, o Senhor dos Exércitos, entrando em Jerusalém. Entretanto, essa mensagem messiânica se cumpriu literalmente por ocasião da entrada triunfal de Jesus Cristo, o Rei da glória, em Jerusalém. I. A INDAGAÇÃO DOS PROFETAS ACERCA DO REI DA GLÓRIA 1. A expressão poética e profética de Davi também cria um suspense nesses versículos: “Quem é este Rei da Glória?” Perguntas como esta foram feitas em outras ocasiões. 2. Em Pv 30.4, o rei Agur pergunta: “Quem subiu ao céu e desceu? Quem encerrou os ventos nos seus punhos? Quem amarrou as águas na sua roupa? Quem estabeleceu todas as extremidades da terra? Qual é o seu nome, e qual é o nome de seu Filho, se é que o sabes?” 3. Em Is 63.1, o suspense continua, e o profeta Isaías pergunta: “Quem é este que vem de Edom, de Bozra, co

A GRAÇA DO SENHOR JESUS CRISTO SEJA COM TODOS

 Ap 22.21 Sermão 1.002 A GRAÇA DO SENHOR JESUS CRISTO SEJA COM TODOS INTRODUÇÃO Neste texto sagrado, o apóstolo João usa uma das frases prediletas de Paulo para concluir o Apocalipse e o próprio cânon sagrado, dizendo: “A graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja com todos vós. Amém!” Ao ler as Cartas Paulinas, é possível encontrar esta frase, seja na introdução, seja na conclusão (Rm 1.7; 1Co 1.3; 16.23; 2Co 1.2; Gl 1.3; Ef 1.2; Fp 1.2; Cl 1.2; 4.18; 1Ts 1.1; 5.28; 2Ts 1.2; 3.18 etc.). Paulo era apaixonado pela graça de Jesus! Na própria bênção apostólica, Paulo destaca o amor do Pai, a graça do Filho e a comunhão do Espírito Santo (2Co 13.13). Graça não é mérito humano! Graça é favor divino imerecido por nós! Entretanto, a graça de Jesus Cristo não só aparece nos escritos de Paulo, como permeia toda a essência da mensagem cristã. E João, o apóstolo do amor, concluiu de forma magistral a Bíblia com esta assinatura e rubrica de Cristo, dizendo: “A graça de nosso Senhor Jesus seja com tod

Moravianos e Pietistas - Missões

Imagem
Moravianos e Pietistas - Missões

O Valor da Informação – Dicas Importantes

O Valor da Informação – Dicas Importantes A informação é um patrimônio muito valioso de uma empresa ou indivíduo. Ela procede da coleta de dados diários. Esses dados são processados e estruturados levando a tomada de decisões. Tornam-se informação. Essas informações produzem decisões, que associadas às interpretações e as experiências humanas produzem o conhecimento. A utilização do conhecimento pode ampliá-lo, aperfeiçoá-lo e melhorar suas estratégias. Todavia, pode haver perdas, danos, informações imprecisas ou acesso indevido. Por isso é de muita importância a defesa das informações. Na proteção da informação existem cinco pilares: 1.  Integridade : a informação deve ser confiável. 2.  Disponibilidade : a informação precisa estar disponível às pessoas autorizadas. Um provedor que “cai” e as pessoas não têm acesso à informação é uma falha de segurança. 3.  Não repúdio:  emissor e receptor não podem negar comunicação entre eles. Como funciona, por exemplo, a assinatura eletrônica. O n

Curta a Nossa Página e Baixe - Doutrinas Bíblicas - William Carey Taylor

Imagem
Curta a Nossa Página e Baixe - Doutrinas Bíblicas  William Carey Taylor Livro raríssimo escrito pelo erudito e saudoso Prof. Dr.  William Carey Taylor, grande exegeta do Novo Testamento. Curta a nossa página no Facebook  https://www.facebook.com/teologia.me E baixe este raríssimo e precioso livro! Exemplo: "O REINO E’ SINÔNIMO COM A IGREJA? Nunca, de forma alguma. Os termos não são sinônimos, pois reino é termo monárquico e igreja (assembléia congregacional) é termo democrático. Há um reino e muitas igrejas, Apoc. 2 e 3; 22:16." William C. Taylor - cap. O Reino de Deus - livro Doutrinas Bíblicas Já curtiu nossa página? Baixe Aqui o Livro

A PERSEVERANÇA DOS SANTOS

A Parábola do Semeador (Mateus 13:1-9, Marcos 4:3-9 e Lucas 8:4-8) Os iluminados por Deus podem entender e compreender toda obra salvífica de Deus. Isaías, Jeremias e Paulo puderam ver a obra de Deus com mais clareza, por que eram salvos. Deus sempre trabalhará a favor de seus escolhidos, não permitindo que se desviem. A perseverança dos santos está ligada com a vontade soberana de Deus. Para muitos teólogos reformados a santificação também é obra de Deus. Mas enquanto não glorificados estamos sujeitos ao pecado, todavia a graça de Deus é atuante nos escolhidos, pois há algo na natureza dos salvos que responde ao convite do Espírito Santo para se manter fiel. "Pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus". Homens injustos que provaram da graça de Deus, mas não se converteram nunca foram realmente salvos. Se infiltram como lobos no meio das ovelhas para simplesmente comercializarem e arrancar suas gorduras. Homens amantes de si mesmos, n

SIMBOLOGIA BÍBLICA I

SIMBOLOGIA BÍBLICA I Madeira de Acácia (ou cetim): • Era encontrada no deserto do Sinai e ao redor do Mar Vermelho. Era uma madeira dura e não destruída por insetos. Ela simboliza a humanidade de Cristo, sem aparência, nem formosura, mas não corrompida pelo pecado (SI 16.10). Cristo é chamado em Is 4.2 de "fruto da terra". Bronze: • Foi o metal escolhido para esta finalidade por ser altamente resistente a alta temperatura. Bronze é uma liga de cobre e zinco. Ele representa juízo, sofrimento ou julgamento (Dt 28.23; Dn 10.6; Ap 2.18; SI 89.14). Prata • É um símbolo da redenção (Zc 11.12; Mt 26.15,16). Ela representa o preço pago por Cristo como resgate dos pecadores. Quando era feita a contagem dos filhos de Israel, cada israelita pagava um resgate: meio siclo de prata. Este preço era igual para todos, pobres e ricos (Ex 30.11-16). Ouro • Como metal precioso e nobre, o ouro representa a divindade. Ouro fala do céu, da glória de Deus (Ap 3.18; Jo 22.25; Dn 1

FIGURAS DE LINGUAGEM NO TEXTO BÍBLICO

Hermenêutica – Prof. Márcio Ruben FIGURAS DE LINGUAGEM NO TEXTO BÍBLICO Metáfora: é a figura em que se afirma que alguma coisa é o que ela representa ou simboliza, ou com o que se compara. (Zc.3.8). Símile: também afirma que alguma coisa é o que ela representa ou simboliza, sendo que apresenta um elemento comparador. (Is.53.2). Metonímia: o emprego do nome de uma coisa pelo de outra com que tem certa relação (Gn.25.26; Lc.16.29; Gn.41.13; Jó.32.7) Sinédoque: a substituição de uma ideia por outra que lhe é associada (Mt.3.5; 6.11; Gn.3.19; 19.20). Hipérbole: É a afirmação em que as palavras vão além da realidade literal das coisas (Dt.1.28). Ironia: É a expressão dum pensamento em palavras que, literalmente entendidas, exprimem sentido oposto (Gn.3.22;Jz.10.14; Jó.12.2; Mt.27.40). Prosopopeia: É a personificação de coisas ou de seres irracionais (Sl.35.10; Jó.12.7; Gn.4.4). Antropopatia e Antropomorfismo: São as linguagens que atribuem a Deus ações e faculdades humana  ou até ó

NOTAS DO LIVRO AS EXIGÊNCIAS DO REINO

“ O REINO É OBRA DE DEUS E NÃO D O HOMEM ” NOTAS DO LIVRO AS EXIGÊNCIAS DO REINO COMPREI ESTE LIVRO RARO E ANTIGO NUMA FEIRA DE LIVROS USADOS NO RIO DE JANEIRO. AS OBSERVAÇÕES DO AUTOR SÃO BENÇÃOS DE DEUS PARA NÓS. POSTO ALGUMAS DE SUAS PRECIOSAS CONSIDERAÇÕES SOBRE O REINO. ALUNOSTEOLOGIA.COM #PROFMARCIORUBEN baixar notas em pdf